Quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Tradição do Linho de Cerva tem vários séculos

      Parece que o linho em Portugal  foi introduzido na idade do ferro, com a primeira invasão dos Celtas (Mouros), aproximadamente no ano 1000 a.C. provavelmente na região de Entre Douro e Minho, desde Cerva até Guimarães. Através de uma longa selecção feita pelo homem, somente conseguida pela eliminação das sementes muito pequenas e muito grandes, originou grandes culturas em toda a região, o qual era denominado por Lini humilis hibernantes Lusitaneae Borealis (Duriminia, Cerva: Typus), de crescimento rápido unicaule e como linho de primavera.Ponte Medieval Grande de Cerva

      Durante as campanhas da Lusitânia romana havia a necessidade de promover toda esta região, dando a conhecer todas as suas potencialidades naturais e produtivas, da qual temos o conhecimento também de actividades de caça pesca e pecuária, onde referente a Cerva se menciona Cândido Colore como seu donatário.

      Durante os tempos seguintes estas foram as grandes fontes de comercialização, com o proveito para a sobrevivencia das gentes desta região.

      Há referências de que a 5 de Abril de 1824 se vendia linho e linha para fins militares e a 13 de Junho de 1833 os moradores do Concelho de Cerva venderam 200 lençóis, 75 enxergões e 75 travesseiros. Segundo alguns registos encontrados, Guimarães chegou a vir comprar linha à ponte de Cerva.

      Por todas estas razões é que felizmente a tradição se mantem até aos dias de hoje e se criou a Cooperativa de Artesãos Cervenses.

publicado por Abraão Mendes às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Perícia Automóvel 2017

. Noites de Verão 2017 na V...

. Novo Pároco de Cerva

. Cerva no Verão

. Festa de São Pedro de Cer...

. Arranjo da Envolvente da ...

. 3ª Edição da "Rota do Pói...

. Vila de Cerva - Boas Fest...

. Senhor de Cerva - Herói d...

. Cerva no Outono

.arquivos

. Setembro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Setembro 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds